Alfabetização

  • O sistema alfabético da Língua Portuguesa é composto por 26 letras, entre vogais e consoantes. A partir delas, são formados os fonemas, estruturas que usamos para articular e pronunciar cada palavra que compõe o nosso vocabulário. O aprendizado do alfabeto e a consequente leitura das palavras é chamado de alfabetização. Uma das grandes críticas de especialistas é quanto ao ensino mecânico das letras, mostrando-as de forma solta, sem sentido e desconexa da realidade. Uma das estratégias criadas para se contrapor ao convencional de alfabetização é o método fônico. Nele, o alfabetizador despertará a consciência fonêmica de forma efetiva, desde que bem utilizado. Conheça mais sobre essa modalidade! O que é o método fônico de alfabetização? O método fônico de alfabetização é o sistema que consiste em ensinar os sons da primeira letra de cada palavra. A partir daí, a pronúncia completa do vocábulo é construída a partir da mistura de cada som, permitindo que a criança leia toda e qualquer palavra. O surgimento dessa modalidade de alfabetização se deu como mais uma crítica ao método alfabético ou de soletração, majoritário até a década de 80. Mas, como funciona, exatamente, o método fônico? A proposta do método fônico é ensinar os sons das letras e fonemas antes de, simplesmente, entregar o livro para uma criança ler. Quando alguns deles foram apreendidos, o próximo passo é combiná-los de forma a construir uma palavra. Os principais objetivos do método fônico de alfabetização são: mostrar à criança que cada palavra tem som um som diferente relacionar as letras que representam determinados fonemas quando é preciso mudar uma ou mais letras para formar uma palavra diferente identificar os sons que cada letra representa e juntá-los para conseguir ler Em suma, o método fônico é qualquer sistema de alfabetização que relacione fonemas e grafemas. Há diversas...
 

Midas Casino